O uso da argamassa estabilizada na construção civil

O mercado da construção civil está sempre se expandindo e aperfeiçoando os seus processos, a fim de aumentar a produtividade, reduzir custos e garantir maior qualidade às construções.

A argamassa estabilizada é considerada um salto na história da evolução das construções, pois trouxe maior agilidade, praticidade, segurança, economia e qualidade às obras. Mas, para evitar perdas e prejuízos, ela requer caixas adequadas para a sua utilização e armazenamento.

Você já conhece a argamassa estabilizada? Sabe quais vantagens ela trouxe para a construção civil? Quais são os recipientes mais adequados para ela? Neste artigo, vamos explicar tudo sobre o assunto. Confira!

Veja as vantagens da argamassa estabilizada

A argamassa estabilizada possui todos os componentes necessários para a estrutura de prédios, casas e outras construções. Composta por cimento, cal, areia e água, essa mistura já vem úmida e pronta para o uso. Ela pode ser utilizada até 72 horas após a sua preparação, preservando assim as suas características em estado fresco por mais tempo. Desse modo, ela garante a otimização do tempo de trabalho, pois não requer uma alta demanda de mão de obra braçal para a sua produção.

Além disso, a argamassa estabilizada se mantém constantemente maleável, o que torna o trabalho mais fácil e prático e propicia uma maior organização e limpeza no local da produção. Muito versátil, ela pode ser utilizada em assentamentos, rebocos, sacadas, soleiras, marquises, rejunte de telhas, enchimento de tubulações, impermeabilização de superfícies e regularização de pisos.

Por suas características, a argamassa estabilizada é atualmente um ingrediente indispensável para quem quer maior agilidade e praticidade em sua obra. Ela se mostra muito mais viável do que a argamassa tradicional, que requer diversos procedimentos que demandam um maior espaço de tempo.

Além disso, ela garante um melhor acabamento para as obras, graças à homogeneidade em sua estrutura. Além disso, traz facilidade em seu transporte, na carga e descarga.

Outra vantagem é a economia. Além de eliminar gastos com mais pedreiros para produzir a argamassa, ela dispensa a necessidade de tomadas e eletricidade na obra, pois vem pronta para o uso.

Saiba como utilizar a argamassa estabilizada

O fornecimento da argamassa estabilizada é feito por caminhões betoneira. Ela pode ser bombeada até o local de aplicação ou transportada de modo convencional. Após ser descarregado, esse produto deverá permanecer em caixas estanques de plástico e em uma superfície plana.

O segredo para que a argamassa não endureça e estrague é separá-la do ar. Além disso, não se pode misturar, na mesma caixa, uma argamassa nova com outra mais antiga. Por isso, a caixa de argamassa tem espaço para a lâmina d’água, que não deixa esse material endurecer.

A caixa de argamassa é um produto desenvolvido especialmente para armazenar a argamassa. Ela funciona como um medidor do concreto. As concreteiras precisam da caixa para saber a quantidade de argamassa correta que deve ser deixada em cada obra.

Esse recipiente é capaz de se sujeitar ao dia a dia na obra e a diferentes temperaturas chuva, sol, frio ou calor. Além disso, é capaz de suportar bases sem nivelamento e forte o suficiente para resistir a pequenos impactos.

Vantagens da caixa de argamassa:

  • Maior Durabilidade nas obras;
  • Litragem exata e espaço para lâmina de água sem afetar a estrutura da caixa;
  • Marcação de 500 e 1.000 litros;
  • Melhor prazo de garantia no produto;
  • Diferenciais de cor e logo.

Portanto, utilizar a caixa de argamassa adequada é muito mais vantajoso do que improvisar com uma caixa d’água, por exemplo.

Conheça as caixas para argamassa estabilizada Tecnotri

A Tecnotri tem presença marcante também na área de contrução, por ser uma das principais fornecedoras de caixas para armazenamento de argamassa estabilizada na obra.

As caixas de argamassa Tecnotri estão disponíveis nas versões de 200, 500 e 1000 litros, configuradas para movimentação em guindastes de torre, gruas, carrinhos manuais ou elevadores.

A caixa principal, de 500 ou 1.000 litros, geralmente fica na frente da obra, bem próximo da calçada, ou ate mesmo em cima da calçada. Ela é utilizada para armazenar a argamassa que será utilizada na obra. Por sua vez, a caixa de argamassa de 200 litros tem como objetivo principal fazer o transporte da argamassa dentro da obra. 

Por ser um produto rotomoldado, esse recipiente é leve, resistente, de fácil manuseio e higienização. Monobloco, ele não apresenta emendas, pregos ou soldas. Por isso, oferece maior segurança às operações, reduzindo os acidentes de trabalho e os gastos com manutenção.

Fabricada a partir do plástico rotomoldado, a caixa de argamassa Tecnotri apresenta alta resistência, durabilidade e longa vida útil. Além disso, eIa é imune a agentes climáticos, químicos e resiste a variações de temperaturas entre + 60º C e – 40º C.

Leves, flexíveis e versáteis, esses produtos trazem cores que podem ser usadas para identificar o fornecedor da argamassa. Outra vantagem é que eles podem ser reutilizados por mais vezes do que as caixas convencionais, devido à sua alta qualidade, resistência e durabilidade. Por isso, reduzem os gastos com caixas novas.

Você gostou desse artigo? Quer saber mais sobre os diferenciais das caixas para argamassa estabilizada Tecnotri? Veja aqui.

TRI_20_062-Promoção-Construção-Civil-Banner-blog

O que você achou deste post?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
+ 55 (54) 999 597 996
 
+ 55 (54) 991 693 589
 
+ 55 (54) 991 914 126
×