Principais NRs da indústria e como adequar-se às normas

NRs da indústria

As Normas Regulamentadoras promovem a conservação da saúde, segurança e integridade dos funcionários nas indústrias alimentícia e farmacêutica. Além disso, elas são responsáveis por incentivar a implantação de políticas e parâmetros de qualidade que devem ser seguidos pelas empresas.

Mas você sabe o que são as NRs da indústria? Quais são as principais normas das agências reguladoras para as indústrias alimentícia e farmacêutica? Neste artigo, você encontrará informações úteis para que possa se adequar a essas normas tão importantes para a indústria. Confira!

Veja o que são as Normas Regulamentadoras (NRs)

As Normas Regulamentadoras (NRs) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) têm como objetivo zelar pela segurança e saúde do trabalho no ambiente laboral.

O cumprimento dessa norma é responsabilidade tanto do empregador quanto do empregado. Por isso, ambos estão sujeitos a sofrer punições caso não as cumpram. A Secretaria de Segurança e Saúde do Trabalho (SSST) é o órgão habilitado para fazer a fiscalização, controle e coordenação das atividades citadas nas normas.

As empresas e empregados estão sujeitas a sofrer punições como:

  • – Multas;
  • – Embargo da obra ou interdição do estabelecimento;
  • – Pagamento de insalubridade e periculosidade;
  • – Termo de Ajustamento de Conduta (TAC).

No caso de acidente com lesão corporal no ambiente de trabalho, as punições são:

  • – Despesas com o tratamento médico;
  • – Lucros cessantes até a alta médica;
  • – Indenização por danos estéticos;
  • – Estabilidade provisória para operário;
  • – Pensão vitalícia.

NRs da indústria

Conheça as principais NRs da indústria 

NR-5 – Comissão Interna de Prevenção de Acidentes

NR-6 – Equipamento de Proteção Individual (EPI) – NR 6: 

NR-17 – Ergonomia e condições de trabalho

A NR-17 visa a estabelecer parâmetros que permitam a adaptação das condições de trabalho às características psicofisiológicas dos trabalhadores. Para avaliar a adaptação das condições de trabalho, cabe ao empregador realizar a análise ergonômica do trabalho. O objetivo é proporcionar um máximo de conforto, segurança e desempenho eficiente.

As condições de trabalho incluem aspectos relacionados ao levantamento, transporte e descarga de materiais. Elas também dizem respeito ao mobiliário, aos equipamentos e às condições ambientais do posto de trabalho, e à própria organização do trabalho.

Cuidados com a ergonomia dos trabalhadores são necessários para evitar lesões como a LER (Lesão por Esforforço Repetitivo). Por isso, as empresas devem oferecer uma estrutura adequada para os colaboradores possam manter uma postura correta e preservar a sua saúde. Esses cuidados se revertem também em um melhor aproveitamento do trabalho e melhores resultados na produção.

NR-36 – Segurança e saúde no trabalho em empresas de abate e processamento de carnes e derivados

O objetivo dessa norma é estabelecer os requisitos mínimos para o controle dos riscos existentes nas atividades desenvolvidas na indústria de processamento de carnes. O objetivo é garantir permanentemente a segurança, a saúde e a qualidade de vida no trabalho.

Sempre que o trabalho puder ser executado alternando a posição de pé com a sentada, o posto de trabalho deve favorecer a alternância das posições. Para isso, o empregador deve fornecer assentos de acordo com as recomendações da Análise Ergonômica do Trabalho (AET).

De acordo com as NR-36, pelo menos 50% dos colaboradores precisam ter assentos ergonômicos para descansar em suas pausas durante o expediente.

Além disso, o número de assentos para atividades que possam ser efetuadas em pé e sentado deve ser suficiente para garantir a alternância das posições.

NRs da indústria

Veja por que os pallets plásticos são ideais para a indústria

Sabemos dos desafios diários que as industrias de alimentos e farmacêuticas enfrentam para manter, não apenas um ambiente limpo e higienizado, mas as condições ideais de trabalho para seus colaboradores através de maquinas e equipamentos adequados as normas e exigências que regem esse setor.

O pallet plástico rotomoldado foi desenvolvido para ser utilizado em ambientes que precisam de cuidados especiais com a higiene, como indústrias alimentícias e farmacêuticas.

Monoblocos, os pallets Super Roto não apresentam emendas, pregos ou soldas. Por isso, proporcionam maior segurança para as operações, reduzindo os acidentes de trabalho.

Diferentemente dos pallets de madeira, que armazenam fungos, bactérias e outros agentes contaminantes, o pallet de plástico pode ser lavado e higienizado. Desse modo, ele contribui para evitar contaminações e atender às exigências sanitárias.

O pallet plástico Tecnotri recebe ainda uma proteção antimicrobiana, que impede a proliferação de fungos e bactérias. Além disso, ele oferece uma vida útil muito superior à da madeira, que requer reposições constantes. Por isso, possibilita um custo até 75% menor que dos pallets de madeira.

Muito resistente, os pallets plásticos rotomoldados oferecem alta resistência, durabilidade e longa vida útil. Além disso, são 100% recicláveis e amigáveis ao meio ambiente. Devido à sua alta densidade, esses produtos são resistentes ao congelamento, podendo ser utilizados em câmaras frias e em ambientes com temperatura entre -35ºC a 60ºC.

NRs da indústria

Entenda a importância de utilizar pallets ergonômicos

Para reduzir os índices de doenças ocupacionais, as indústrias devem manter ambientes confortáveis para descanso e recuperação dos trabalhadores no ambiente de trabalho.

Os pallets ergonômicos Tecnotri foram desenvolvidos para reduzir os índices de absenteísmo e doenças ocupacionais causados pelo fator ergonômico. Por isso, eles são capazes de atender aos requisitos das normas do Ministério do Trabalho.

Por ser rotomoldado e leve, o assento ergonômico Tecnotri traz como diferenciais a facilidade de higienização, conforto térmico e facilidade de movimentação. Ele tem capacidade para acomodar até quatro pessoas sentadas.

Além disso, os pallets ergonômicos também proporcionam aumento de produtividade, pelo fato de evitar o desgaste físico dos colaboradores reduzir custos com turnover.

Conheça as vantagens da utilização de contentores plásticos

A utilização desses contentores plásticos rotomoldados nos processos de transporte e produção traz muitas vantagens para a indústria alimentícia e farmacêutica. Isso porque eles são fáceis de manusear e higienizar, permitindo o contato direto com os produtos.

Além disso, os contentores plásticos rotomoldado Tecnotri apresentam aditivo UV14 e proteção antimicrobiana. Essa tecnologia evita a proliferação de fungos e bactérias.

Desse modo, você garante mais higiene e qualidade no processo produtivo, evitando o risco de contaminação. Por apresentar essas características, os contentores rotomoldados também atendem às normas de boas práticas de fabricação da Anvisa.

Como vimos, utilizando os pallets plásticos, de contenção e ergonômicos, você assegura tanto a adequação às NRs da indústria quanto a qualidade dos produtos fabricados.

Este foi nosso artigo sobre principais NRs da indústria e como adequar-se às normas. Gostou do conteúdo? Então fique de olho em nosso blog para mais matérias como esta.

O que você achou deste post?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
+ 55 (54) 999 597 996
 
+ 55 (54) 991 693 589
 
+ 55 (54) 991 914 126
×