São Paulo torna obrigatória a captação de água da chuva em edifícios pertencentes ao estado

cisternas para captação de água da chuva em edifícios

No mês de agosto de 2021, a Assembleia Legislativa de São Paulo aprovou a Lei 356/2015, que torna obrigatória a inclusão de um sistema de captação de água da chuva em projetos arquitetônicos dos novos edifícios pertencentes ao estado. Por sua vez, os prédios já construídos devem incluir a instalação desse sistema em suas futuras reformas. 

A Lei é uma tentativa de resolver as constantes crises hídricas que São Paulo enfrenta, além de incentivar o cuidado com o meio ambiente. A medida entra em vigor com uma série de outros incentivos já lançados pelo estado, que incluem a captação de água da chuva em escolas e a obrigatoriedade da lavagem de calçadas residenciais com água reutilizada.

Mas você sabe como é feito esse sistema de captação de água da chuva? Confira as vantagens ambientais e econômicas de utilizá-lo nos condomínio e como as cisternas Tecnotri auxiliam nesse processo.

Vantagens de reutilizar a água da chuva 

captação de água para lavar calçadas

O sistema de captação de água da chuva mais correto ocorre por meio de cisternas, que são reservatórios capazes de armazenar a água da chuva. Podem ficar na superfície da terra ou no subsolo. 

A água captada por cisternas não é potável, ou seja, não pode ser utilizada para consumo. Geralmente é usada em vasos sanitários, máquinas de lavar, lavagem de calçadas e rega de jardins. Assim, é possível reduzir, pelo menos, 50% do consumo na conta de água do condomínio. 

Conheça as Cisternas Verticais Tecnotri

Além de possuírem um design único e moderno, as cisternas verticais da Tecnotri contam com três etapas de filtragem da água da chuva. A primeira bloqueia a passagem de folhas e outros resíduos maiores. Na segunda etapa, a água passa por um decanter. Em seguida, um filtro mais fino segura as sujeiras menores. Antes de chegar ao final do processo, a água ainda passa por uma barreira de cloro. 

As cisternas Tecnotri são compactas e resistentes, seu formato possibilita seu encaixe em espaços reduzidos. São indicadas para os prédios públicos já construídos que precisarão se adaptar à nova Lei do estado.

Com as cisternas verticais, é possível evitar grandes obras de escavação ou adequação do espaço. Elas não precisam ficar no subsolo e são facilmente encaixáveis em locais pequenos, como terraços, garagens ou corredores. Além disso, podem ficar em áreas externas pois são resistentes a condições climáticas adversas. 

Outras vantagens incluem estrutura em material virgem e atóxico, 100% reciclável, versatilidade e 10 anos de garantia. As cisternas Tecnotri estão disponíveis nos tamanhos 600, 750, 1.000 e 1.050 litros, ou seja, é possível escolher de acordo com a sua necessidade.

Vamos contribuir para a preservação do meio ambiente juntos? Se você quiser mais informações sobre as nossas cisternas ou precisar solicitar um orçamento, clique aqui para falar com um de nossos consultores. 

Fonte: https://www.al.sp.gov.br/noticia/?17/08/2021/coleta-de-agua-de-chuva-sera-obrigatoria-em-predios-publicos-estaduais–decide-assembleia-legislativa-de-sao-paulo

O que você achou deste post?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
+ 55 (54) 999 597 996
 
+ 55 (54) 991 693 589
 
+ 55 (54) 991 914 126
×
Logo_Tecnotri-Branco

Olá

Por favor, escolha o setor para conversar e teremos todo o prazer em ajudá-lo!

tecnotri-whatsaap

Fale Com Um Consultor​

Tire Suas Dúvidas Aqui.

tecnotri-whatsaap

Solicite Um Orçamento

Faça Seu Orçamento Aqui.